sexta-feira, 27 de novembro de 2009

A RESTAURAÇÃO ESPIRITUAL DE DAVI - PARTE 02: Subsídio Para Lição Bíblica


Subsídio Elaborado por:

Superintendência das EDB da Assembleia de Deus em Recife-PE

Lição 9

INTRODUÇÃO

Nesta lição iremos aprender e compreender que, o caminho da restauração na vida de Davi se fez necessário. Ha momentos na vida do cristão em que esta restauração também é indispensável. Porém alguns requisitos são importantes para este processo, dentre eles estão : o arrependimento, a confissão e o abandono do pecado. A Bíblia nos mostra a importância desta restauração espiritual. Davi expressou o arrependimento: “Tem misericórdia de mim, ó Deus, segundo a tua benignidade; apaga as minhas transgressões, segundo a multidão das tuas misericórdias.” (Sl 51:1)

1. O QUE É RESTAURAÇÃO

No dicionário de Aurélio nos mostra que é “o ato ou efeito de restaurar”, “recuperação” e “restabelecimento”. Também no grego “apokatastasis”, formado de “apo”, “para trás, de novo”, “Kathistemi,” “pôr em ordem”, estabelecer em ordem”, é usado em At 3:21 (restauração). Concernente a Israel em seu futuro estado regenerado. Nos papiros, é usado para se referir a uma cela do templo de uma deusa, a um “conserto” de estrada pública, á “restauração” de bens a seus donos legítimos, a um “balanço” de contas.

2. O CAMINHO DA RESTAURAÇÃO PELO ARREPENDIMENTO

Davi precisou de se arrepender do seu pecado. A Bíblia nos mostra a importância do arrependimento, ( Dt. 30:10; II Rs 17 13; Jr 8:6; Ez 14:56;18:30). “Na verdade que, depois que me converti, tive arrependimento; e depois que fui instruído, bati na minha coxa; fiquei confuso, e também me envergonhei; porque suportei o opróbrio da minha mocidade.” (Jr 31:19) Davi estava verdadeiramente arrependido por ter cometido adultério com Bate Seba e por mandar assassinar o marido dela para encobrir o fato. Porém quando ele confessa, encontra misericórdia de Deus, porque aquele que segue ao Senhor deve ter o temor de obedecer : “Se temerdes ao Senhor, e o servirdes, e derdes ouvidos à sua voz, e não fordes rebeldes ao mandado do Senhor, assim vós, como o rei que reina sobre vós, seguireis o Senhor vosso Deus.” ( I Sm 12:14)

3. O CAMINHO DA RESTAURAÇÃO PELA CONFISSÃO

A Bíblia nos mostra que sem arrependimento não há remissão de pecados, portanto a confissão é a porta para o arrependimento. “E a descendência de Israel se apartou de todos os estrangeiros, e puseram-se em pé, e fizeram confissão pelos seus pecados e pelas iniqüidades de seus pais.” (Ne 9:2) A confissão e o arrependimento ajudam a curar a ferida. O arrependimento é uma mudança de mente e disposição para abandonar o pecado, envolvendo em senso de culpa e desamparo, apreensão da misericórdia de Deus, um forte desejo de escapar ou ser salvo do pecado, e abandono voluntário. A confissão de Davi é premiada como misericórdia, “O que encobre as suas transgressões nunca prosperará, mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia.” (Pv. 28:13). A Bíblia nos mostra o perdão pela confissão: “ Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça”. (I Jo 1:9). O apóstolo João trata a mentira e a sua progressão entre aqueles que tiveram um encontro com Jesus:

 “Se dissermos que temos comunhão com ele, e andarmos em trevas, mentimos, e não praticamos a verdade.”(I Jo 1:6) As pessoas que estão em nossa volta tem comunhão com Deus, mas a forma de viver não corresponde como as nossas palavras. Andamos em trevas, e isso não corresponde a praticar a mentira.
 “Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós.” ( I Jo 1:8) Após mentirmos as pessoas que nos cercam, estamos mentindo a nós mesmos.

 “Se dissermos que não pecamos, fazemo-lo mentiroso, e a sua palavra não está em nós.” ( I Jo 1:10) Quando tentamos mentir para Deus, fazemos-nos dele mentiroso, o qual testifica da pecaminosidade do homem . (Mt 6:23 b). Se nós erramos, precisamos do seu perdão para caminhar.

4. O CAMINHO DA RESTAURAÇÃO PELO ABANDONO DO PECADO

Deus respondeu à oração de Davi. Voltava à paz com seu Pai celestial. O Salmo 32 mostra os resultados desse relacionamento restaurado: “Bem aventurado aquele cuja transgressão é perdoada, e cujo pecado é coberto. Bem-aventurado o homem a quem o Senhor não imputa maldade, e em cujo espírito não há engano. Quando eu guardei silêncio, envelheceram os meus ossos pelo meu bramido em todo o dia. Porque de dia e de noite a tua mão pesava sobre mim; o meu humor se tornou em sequidão de estio. Confessei-te o meu pecado, e a minha maldade não encobri. Dizia eu: Confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a maldade do meu pecado.” (Sl 32:2-5) Embora Davi merecesse claramente a pena de morte (Lv 20:10;24:17), o Senhor perdoou-o por ter demonstrado arrependimento e remorso. Até mesmo no Antigo Testamento podemos ver a graça de Deus resplandecer no relacionamento dos seus filhos.(Jr 18:8) Essa experiência de Davi com o Senhor ressalta a graça divina como nenhuma outra passagem veterotestamentária. Os erros de Davi sempre se relacionam com a falha em não consultar a vontade de Deus; em vez disso, sua restauração estava sempre ligada ao ato de renovar a comunicação com Deus. “O meu coração está dolorido dentro de mim, e terrores da morte caíram sobre mim”.( Sl 55:4)

5. A IMPORTÂNCIA DA BÍBLIA PARA A RESTAURAÇÃO ESPIRITUAL

Princípios de vida para o homem de Deus hoje:
 Nunca confie no sucesso do passado como um seguro contra falhas no futuro – Alguns cristãos confiam na sua auto- suficiência, porém o servo de Deus, deve confiar seus fundamentos em Deus. Davi teve grande êxito na sua trajetória de vida, portanto o apóstolo Paulo nos adverte: “ Aquele, pois, que cuida estar em pé, olhe não caia.” ( I Co 10:12)
 Evitar a ociosidade e a iniqüidade – Devemos ter nosso momento de lazer, porém estar atentos, sempre observando a Palavra de Deus. “Eis que esta foi a iniqüidade de Sodoma, tua irmã: Soberba, fartura de pão, e abundância de ociosidade teve ela e suas filhas; mas nunca fortaleceu a mão do pobre e do necessitado.”(Ez 16:49)

 Lembrar que os homens bem sucedidos são normalmente muito vulneráveis a distorções em sua vida sexual – Davi não foi cuidadoso em relação aos sentimentos , desprezando os valores éticos e morais. “Então enviou Davi mensageiros, e mandou trazê-la; e ela veio, e ele se deitou com ela (pois já estava purificada da sua imundícia); então voltou ela para sua casa.” ( I Sm 11:4)
 O Cuidado para não desenvolver um estilo de vida sensual – O nosso adversário está bramando com um leão para quem possa tragar. “ Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar;” ( I Pe 5:8 )

 Não permita que a tentação se transforme em pecado. “Eu, porém, vos digo, que qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela.” ( Mt. 5:28)

 Nunca tente encobrir ou esconder o pecado. A consciência de Davi fez com que ele confessasse o seu pecado.“ Porque eu conheço as minhas transgressões, e o meu pecado está sempre diante de mim.” (Sl 51:3)
 Admita o pecado imediatamente e confesse. Davi admitiu o seu pecado e recorreu a Deus, confessando e pedindo perdão pelo erro. “ Purifica-me com hissope, e ficarei puro; lava-me, e ficarei mais branco do que a neve.” (Sl 51:7)

 Não abuse da graça de Deus. Deus é amor , porém o homem dará conta de seus atos cometidos. Davi pediu a misericórdia de Deus.“Tem misericórdia de mim, ó Deus, tem misericórdia de mim, porque a minha alma confia em ti; e à sombra das tuas asas me abrigo, até que passem as calamidades.” (Sl 57:1) “Porquanto, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes em seus discursos se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu.” (Rm 1:21)

 Quanto maior a responsabilidade, maior a necessidade de prestar contas.- Davi tinha uma responsabilidade muito grande no seu ministério, porém o seu erro refletiu diante do povo. “ Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará. Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna.”( Gl 6:7-8)

 Confesse o pecado e tome uma atitude correta. - Davi fez a sua confissão perante o Senhor, reconhecendo o seu erro.
“Contra ti, contra ti somente pequei, e fiz o que é mal à tua vista, para que sejas justificado quando falares, e puro quando julgares.” ( Sl 51:4) “Portanto, qualquer que me confessar diante dos homens, eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus.” ( Mt 10:32)

 Tiago irmão de Jesus nos mostra a importância da confissão – Tiago afirma neste texto que Cristo tornou possível recebermos o perdão pela confissão . “Confessai as vossas culpas uns aos outros, e orai uns pelos outros, para que sareis. A oração feita por um justo pode muito em seus efeitos.” ( Tg 5:16)

CONCLUSÃO

Aprendemos nesta lição a importância da restauração espiritual de Davi. Ele reconheceu o seu erro e pediu a misericórdia de Deus sobre a sua vida. “Esconde a tua face dos meus pecados, e apaga todas as minhas iniqüidades. Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito reto. Não me lances fora da tua presença, e não retires de mim o teu Espírito Santo. Torna a dar-me a alegria da tua salvação, e sustém-me com um espírito voluntário.”( Sl 51:9-12) Em nossos dias os servos de Deus precisam reconhecer os seus erros e ter um melhor relacionamento com Deus, assim obedecendo os seus estatutos e aguardando a sua Palavra. “Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti.”(Sl 119:11)

REFERÊNCIAS:

Donald C. Stamps. C.P.A.D.Bíblia de Estudo Pentecostal.
Eugene H. Merrill C.P.A.D.Historia de Israel no Antigo Testamento.
R. N. CHAMPLIN,Ph.D, O Antigo Testamento Interpretado- Versículo por versículo. Ed. Hagnos,2002.
Ouça o Programa “ESCOLA BÍBLICA NO AR” que vai ao ar, todos os sábados, das 22:00 às 23:00h, pela REDE BRASIL DE COMUNICAÇÃO. Você pode também acessar o site: www.redebrasildecomunicacao.com.br

Nenhum comentário: