quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

O CONSOLO DE DEUS EM MEIO À AFLIÇÃO - Subsídio Para Lição Bíblica




Subsídio elaborado pela Equipe de Educação da CPAD

Lição - 02



Encorajamento no sofrimento

“Bendito seja o Deus e Pai de Nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai das Misericórdias e o Deus de toda consolação, que nos consola em toda a nossa tribulação, para que também possamos consolar os que estiveram em alguma tribulação, com a consolação com que nós mesmos somos consolado de Deus” (2 Co 1.3-7).



Paulo dirige-se primeiro a Deus, louvando-O enquanto reconhece que Jesus humilhou-se em sua encarnação, e o chamou de Deus, como também de Pai. Visto que Paulo estava muito transtornado por não encontrar Tito em Trôade (2 Co 2.13), ele precisava de consolação, ou seja, encorajamento, incentivo, ânimo. A palavra “consolação” e seus derivados aparecem dez vezes nos versículos 3 a 7 (num total de vinte e nove vezes em 2 Coríntios). Todas derivam da raiz grega parakaleo, que tem a ideia de ajuda e encorajamento. Deus é a fonte, e o doador de todo tipo de encorajamento e ajuda (Sl 103.2-5,13).

O encorajamento de Deus vem primeiro à medida que reconhecemos que Deus é o Pai de Jesus, que é o Cristo (O Messias, “ungido”) nosso Senhor e Mestre. Este reconhecimento dever lembrar-nos que o amor de Deus enviou Jesus a morrer por nós, enquanto ainda éramos pecadores (Rm 5.8,10), mostra também que Deus é o Pai que está cheio de compaixão, como também o Pai ( e a fonte constante) de todos os tipos de ajuda e encorajamento. Podemos depender dEle em todos os nossos problemas, inclusive nas aflições, sofrimentos, angústias mentais, dificuldades, até as perseguições que surgem em nosso caminho. Mas Deus não nos consola para deixar-nos à vontade, nem nos encoraja para fazer com que nos sintamos bem.

Paulo sofreu muitíssimo (2 Co 11.16-29;12.10), mas sempre estava pronto a encorajar os outros. Todos que nos cercam hoje têm problemas, aflições e dificuldades. Os cristãos em muitas partes do mundo sofrem tremenda perseguição. Deus nos ajuda e nos encoraja para que ajudemos e encorajemos os outros. Ele quer que nos tornemos canais do que recebemos dEle para outros crentes que tão desesperadamente precisam de ajuda. Fazemos isto por meio da oração, e dos dons do Espírito, prestando ajuda prática onde quer que seja possível. Deus não quer que guardemos para nós o que temos recebido dEle. Da mesma forma que Deus está ao nosso lado para nos animar até mesmo nas provas mais difíceis, assim devemos estar ao lado dos que estão sendo provados.

Os sofrimentos de Cristo terminaram quando Ele disse: “Está consumado” (Jo 19.30). Mas as mesmas atitudes que mandaram Jesus para cruz levaram os incrédulos e os falos crentes causarem uma série de sofrimentos a Paulo e seus companheiros, não só em Corinto, mas também na província romana da Ásia (2 Co 1.8-9). Assim, ele podia falar da “comunicação de suas aflições [dos sofrimento de Cristo]” Fp 3.10; Jo 15.20,21; At 14.22; Rm 8.17,18,36; Cl 1.24). Os sofrimentos eram equilibrados pela transbordante consolação e encorajamento que vêm por meio de Cristo.

Paulo e sua equipe suportaram todo esse sofrimento e aflição para ganhar as pessoas para Cristo e fundar a igreja em Corinto. O que Paulo queria que os coríntios soubessem era que Deus permite que coisas aconteçam para levar-nos ao nosso extremo, até onde podemos suportá-las, a fim de nos ensinar a confiar nEle. O Deus que ressuscita os mortos não nos abandonará. Ele nos ama e quer que confiemos nEle, (2 Co 1.9).

Bibliografia: HORTON,Stanley. I e II Coríntios, pp.182-184, 1. ed. Rio de Janeiro: CPAD,2003.

3 comentários:

amigodcristo disse...

Olá Matias, graça e paz seja contigo!
Parabéns pela postagem, conteudo muito proprio para ser pregado em púlpito.
Meu irmão, venho fazer um convite, a ter sua preciosa opinião em uma temática
Que vem se alastrando em uma forma de câncer, dentro de um conceito malicioso,
E maligno dentro da blogsphera Cristã nacional, que tem um tema Irmão falando mal de Irmão, gostaria muito de ter sua opinião ou até mesmo sua critica após a leitura do texto no blog Amigo de Cristo.
Graça e paz sejam contigo e família.
Cordialmente Amigo de Cristo.

amigodcristo disse...

Matias meu irmão, paz seja contigo!
Irmão quero agradê-lo pela sua preciosa participação, e por ter aceitoo convite de tão boa fé.
Meu que Deus te use mais e mais, assim como sempre o vejo usando o irmão como um grande pacifista, adornado com as palavras da verdade.
Digo em Cristo que não é a primeira vez que vejo o irmão trazendo luz, em comentando em postagens polêmicas.
E louvo a Deus pela vida do irmão, que és preciosa para o senhor, que o senhor sempre encontre o irmão por digno, e realize todos os desejos de seu bom coração Matias.
Meu irmão lhe sou ternamente grato, pela vêemencia eloquencia que tu usaste em seu comentário.
No mais agradeço a Deus por te-lo usado.
Graça e paz seja contigo e familia.

Joelson Gomes disse...

Oi, td bem? Venha conhecer as ultimas atualizações do GRAÇA PLENA, sua visita e impressões será uma honra.

Deus te abençoe sempre, parabens pelo blog e estou aberto a parcerias de link ou banner para divulgação.

Joelson Gomes
http://gracaplena.blogspot.com